Energia Solar e os Painéis Solares no Espaço

Cerca de metade da energia que o Sol emite na direção da Terra não chega a passar pela atmosfera do nosso planeta. Além disso, apenas uma pequena parte da energia emitida pelo Sol é irradiada na direção do planeta azul.

Teoriza-se que a instalação de painéis solares no espaço que sejam alimentados por espelhos ou refletores dirigindo a energia solar para eles poderia ajudar na satisfação das necessidades energéticas da Terra.

A energia solar captada no espaço seria transformada em micro-ondas e enviada para a Terra, onde seria convertida em energia elétrica para consumo em residências, negócios, etc.

A ideia de captação de energia solar no espaço já esteve nas histórias de ficção científica Isaac Asimov, nascido entre o final de 1919 e o começo de 1920 no que depois se tornou a União Soviética e naturalizado americano. Ela pode estar a caminho de sair da ficção científica para se tornar sólida realidade.

Em março do ano de 2015, a agência japonesa responsável pela exploração aeroespacial revelou estar trabalhando na transmissão de energia na forma de micro-ondas, tendo obtido sucesso em uma transmissão de quase dois mil watts (dois mil joules por segundo) pela distância de 50 metros.